C u r r í c u l o

Marcelo Rauta é compositor Ítalo-brasileiro e nasceu em 05 de março de 1981. Aos 10 anos de idade começou a estudar teclado eletrônico na classe de Suely M. Cunha/Paulo H. C. Gonçalves e piano na classe de Angela Cruz em um projeto social implantado na cidade de Anchieta-ES e depois na EMES (atual FAMES - Faculdade de Música do Espírito Santo), concluindo seus estudos na Universidade Federal do Rio de Janeiro - obtendo os títulos de Graduado e Mestre em Música: Composição sob as orientações de João Guilherme Ripper, Marcos Vinicius Nogueira e Paulo Peloso e o título de Doutor em música: Educação Musical pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro sob a orientação de Ermelinda A. Paz.



Em 2009 lecionou a disciplina Contraponto na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Entre os anos de 2010 e 2016 Lecionou Harmonia do século XX, Contraponto, Orquestração e Análise Musical na Faculdade de Música do Espírito Santo (FAMES).  Atualmente é professor de música no Instituto Federal Fluminense (IFF).



Suas obras têm sido tocadas em importantes salas de concertos brasileiras, tais como a Sala Cecília Meireles (Rio de Janeiro-RJ), Sala da Congregação (Rio de Janeiro-RJ), Salão Dourado (Rio de Janeiro-RJ), Salão Leopoldo Miguéz (Rio de Janeiro-RJ), Teatro Carlos Gomes (Vitória-ES), Sala Alceu Camargo (Vitória-ES), Teatro Glória (Vitória-ES), SESC (São Paulo-SP), Anfiteatro do CESA/UEL (Londrina-PR), Sala de Concertos Radegundis Feitosa – CCTA/UFPB (Paraíba-PB), entre outras, bem como salas de concertos diversas na Alemanha, Argentina, Áustria, Chile, Estados Unidos, Itália, Portugal, República Tcheca e Uruguai. Como compositor participou de eventos brasileiros importantes, tais como Bienais de Música Contemporânea Brasileira e Panoramas da Música Brasileira Atual.

 

Participou na montagem dos espetáculos As Pastorinhas de Realengo (como auxiliar de direção geral, arranjador e músico) e Lapinha da Paraíba (como arranjador e músico), projetos realizados pela UFRJ, no Rio de Janeiro. Foi diretor musical do infanto-juvenil Procura-se Hugo de Dilea Frate, contribuindo também com algumas composições e atuação como músico. O espetáculo esteve em temporada no Teatro Oi Futura, Teatro dos Quatro no Rio de Janeiro e no SESC Avenida Paulista em São Paulo, em 2008.



Possui obras premiadas em concursos tais como o Concurso Nacional de Composição Prêmio Sesiminas de Cultura - Para Orquestra de Câmara, com sua obra Sinfonietta n.2; Concurso de composição Niemeyer - em comemoração ao seu primeiro centenário, com sua obra Trio n.3; Concurso Quintanares de Quintana – em comemoração aos 100 anos de nascimento do poeta Mário Quintana, com sua obra Ah! Os Relógios; Concurso Nacional de composição Cláudio Santoro - categoria coro e orquestra sinfônica, com sua obra Psalmus 67; Prêmio de Composição Terezinha Dora com sua obra Sonata para piano e dois percussionistas; Menção Honrosa no I Concurso Nacional de Composição para Orquestra Sinfônica do Panorama da Música Brasileira Atual, com sua obra Sinfonietta nº4 e Prêmio internacional por sua obra Sonata para oboé em evento que integrou a Terceira Conferência Internacional realizada pelo Departamento de Música da Universidade de La Serena, no Chile. 

 

Foi homenageado em 2006, onde recebeu da Câmara Municipal do Rio de Janeiro Moção e Congratulação pelo trabalho na música, no ano de 2012 em concurso promovido pela AV-Rio na X seleção de talentos da AV-Rio: Homenagem a Marcelo Rauta e nos anos de 2012 e 2015 pela Câmara Municipal de Anchieta, onde recebeu Moção e Aplausos por sua trajetória artística. 

 

Em 2016 atuou como diretor musical na gravação do CD A Furiosa do quarteto Vitória.

 

É detentor de prêmios culturais promovidos pela SECULT (ES) e pela Gerência Estratégica de Cultura e Patrimônio Histórico do município de Anchieta-ES.  Tem atividade intensa como compositor (entre os anos de 2003 e 2016 teve mais de 100 estreias, entre elas, mundiais, nacionais, estaduais e municipais) e atualmente possui 45 obras publicadas e distribuídas entre as editoras Periferia Music com sede em Barcelona-Espanha e pela Academia Brasileira de Música com sede em Rio de Janeiro-Brasil. Publicou o CD Rerigtiba – Obras de Marcelo Rauta e o livro Reminiscências do Choros nº10 de Heitor Villa-Lobos na Sinfonietta nº4 de Marcelo Rauta: Um estudo comparativo, além de possuir obras gravadas em Cd’s de outros intérpretes.

 

Atualmente, algumas de suas obras constam como objetos de estudos acadêmicos (principalmente em práticas interpretativas) em trabalhos monográficos, artigos e teses.

© 2012 Design by Daniel Freire